Decoração, refletir e sentir.

Começo este assunto, afirmando que decoração não é simplesmente estética, algo somente pra ver, é também para sentir. Muito se fala deste assunto, muitas dicas, experiências, tendências, combinações e poucas sensações.

Buscando entender por que as informações são tão fartas, e tantas pessoas acabam se envolvendo e começam a falar deste assunto nas mídias sociais, entendi que é o mesmo que sinto,  paixão por transformar, mas é preciso entender que transformar os ambientes, vai impactar em várias questões, como por exemplo, no comportamento do indivíduo que irá interagir com o espaço.

Por isso decorar, não é algo que deva ser feito simplesmente para ser bonito, mas sim considerar aspectos gerais do indivíduo e do espaço, dessa forma o resultado será um lugar que os dois (homem x espaço) irão se comunicar. Sim, essa deve ser a principal proposta de decoração, o ambiente precisa ser tratado com personalização, direcionamento e técnica.

Vivemos um momento de valorização do SER, a casa é um lugar onde podemos nos despir por inteiro, sempre será nosso refúgio nossa fortaleza, dessa forma precisa ter nossa cara, nossa cor, nosso cheiro, nosso jeito, nossa identidade, é sem dúvida o melhor lugar para estar.

Decoração não deve ser copiada, mas deve ser planejada e direcionada, fazer um ambiente se comunicar com seu usuário por meio das sensações requer a sensibilidade de entender o outro e fazê-lo se sentir acolhido como se estivesse sendo abraçado por sua melhor companhia.

As ferramentas utilizadas para tal resultado são os materiais, é preciso cuidar da textura, (toque), do volume (proporção), da forma (ritmo), da linha (movimento) e composição (fechamento).

Fazer um ambiente bonito não é difícil, o desafio e fazer esse ambiente  falar com os seus usuários. Sei que não deixo uma dica, entendo, mas quero deixar uma reflexão neste espaço que foi aberto para tratarmos deste assunto. Mas do que antes as informações nos invadem, a tecnologia estará cada vez mais presente em nossas vidas ficaremos cada vez mais autossuficientes, porém vamos precisar cada vez mais desse refúgio, para realizar uma etapa  importante e necessária que nos proporciona seguir todos os dias, onde encontramos harmonia e nos sentimos muito bem, pontos que não encontramos numa casa, somente em um LAR.

Obrigada Sabrina Araújo, pela oportunidade de falar com seu público, muito sucesso em seus negócios que A TOK RETOK a EKO TOK e você, transformem muitas casas em lares…..

Vera Heringer
Especialista em interiores